Programação

UM MUNDO DE IMAGENS sessões para escolas

 

 

Convidamos os alunos das Escolas Secundárias do Concelho de Lisboa a descobrirem novos modos de olhar para a cidade, através do cinema. Ao longo de três sessões, nas quais se irão ver, analisar e discutir alguns filmes – inclusive com o realizador de um deles -, e onde também se irá experimentar filmar, iremos introduzir as maneiras pelas quais o cinema não só retrata mas cria novos lugares. No fim irá descobrir-se que basta estar com atenção para tudo à nossa volta se transformar: é esse o convite deste programa, um convite à observação, tarefa tão importante num tempo em que as imagens e tudo no mundo corre cada vez mais rápido.

 

A proposta é muito simples: serão vistos dois filmes, ambos seguidos de conversa com os alunos participantes e seus professores. No primeiro, irá apresentar-se o tema e, através da discussão do filme visto (Tarde Demais, de José Nascimento), levar-se-á os alunos a perceber os modos específicos pelos quais o cinema se relaciona com os espaços. No segundo, os alunos irão poder conversar com o realizador do filme projetado, e aprender sobre os problemas concretos que os espaços colocam aos realizadores que os querem filmar. Finalmente, o terceiro momento será de experimentação: os alunos, organizados em grupos (no mínimo 3, no máximo 5) irão pegar nos instrumentos que têm à mão (por exemplo, telemóveis) e irão passear pelas redondezas do Arquivo Municipal - Videoteca, observar e fazer um pequenos plano (no máximo de 1 minuto, sem cortes). No final iremos ver as imagens que daí resultam, e discuti-las à luz daquilo que se aprendeu ao longo destas três sessões.

 

O grande objetivo deste programa é que, não só os alunos descubram o cinema português, mas que descubram como ele está perto dos sítios que conhecem e daquilo que eles próprios sentem nesses sítios. É, em todas as fases, um programa feito para fomentar o exercício da observação. Achamos que, cada vez mais, a observação atenta do mundo à nossa volta se está a tornar uma tarefa esquecida, e isto apesar de ser um instrumento precioso para a relação que temos com os outros e com as coisas. Através deste pequeno programa, o Arquivo Municipal de Lisboa – Videoteca vai relembrar a importância disto mesmo.

 

Sessões sujeitas a marcação, entre Abril e Junho de 2015

no Arquivo Municipal de Lisboa – Videoteca

Para marcações ou mais informações contactar

ines.sapeta.dias@cm-lisboa.pt